sábado, 30 de maio de 2009

Estilhaçar a memória


Já não posso dizer que te amo sem saberem que te amo.

Descobriram o meu segredo

Enquanto o sofria calado ninguém se importava com isso.

Nem com o meu silêncio nem com o meu olhar parado.

Vazio e abandonado vagueva por aí, aos encontrões com a saudade e o frio que o peito cava nas horas amargas.

Há homens que entretanto se apaixonaram com a força que eu já conheci e me fez feliz.

Agora rio-me como se fosse alegre e expiro e inspiro ar, fingindo que sou feliz.

Meu amor de rosto ausente de sentires profundos e verdadeiros, meu amor sempre presente e que não tenho aqui.

..............

Há manhãs que não quero acordar para não ver os dias de sol. Eles trazem-me a tua presença nos dias em que eram claras as madrugadas e o meu peito urgia pela tua voz e o meu olhar pelo teu.
Há tardes que quero que acabem rápido para mergulhar no peso das pálpebras que obrigo a fecharem-se, para esquecer que te perdi.
Perdi as asas.

Aquelas que me deste e me fizeram partir em direcção ao sonho.

Perdi-as à força de tanto teimar fazer-te sonhar um sonho que fosse só meu .

A calamidade não é só global, é minha e vai -me destruindo até ao caos de uma camada de ozono sufocada e cinzenta, esquelética e inexorável.
..............


Um dia subo ao ponto mais alto da imaginação e atiro-me dela abaixo.

À força de querer esquecer-te, hei-de estilhaçar em cristais a memória .
PTM


11 comentários:

Bruma disse...

Olá, Pecador!
Mhmmm.... conheço bem esse sentimento/estar!
Só espero que um dia... acordes renovado de corpo e alma, e com um verdadeiro sorriso no rosto! Como se tivesses renascido e/ou nascido de novo!
Sabes por vezes a mente faz "clik", como um estalar dos ossos dos dedos, e tudo isso passa para um passado mais que distante...

Um beijinho e abraço grande para ti amigo!

Joao P. disse...

Olá:

Texto magnífico. Reavivou boas memórias

Cumprimentos

João P.

Inezteves disse...

Olá, Pecador!
O clik acontece...
Afinal quando só um insiste, ao invés de amor, teremos uma história triste!
O amor é assim:NADA EM TROCA...a troca faz a FELICIDADE...
E sabes que mais?
Essa tua história é muito linda!
Se não deu certo..."Há que se ter paciência..."

Rita Vasconcellos disse...

...palavras sentidas ...
Abraço
Rita V.

Tana disse...

Não te prendas mais do que já estás preso. O amanhã pode ser tanta coisa, mesmo que ainda seja triste..a dor não desaparece por completo, mas há uma luz lá ao fundo, ainda não a viste, mas vais ver...vais mesmo ver..

beijos!

paula barros disse...

Muito gostar trazido nessas palavras.

Estive lendo outros post e gostando muito.

bom domingo!

Apenas eu disse...

Perdeu-se o segredo...
Podem ou não muitos homens se terem apaixonado pelo teu amor, mas esse Teu amor já te disse com as letras todas se isso lhe estilhaçou as Tuas lembranças?
Há momentos e pessoas que nunca mais se esquecem e que se amam em silêncio, o riso, as palavras trocadas com outras pessoas é apenas a embalagem que Tu vês...
E o interior rasgado?
As dores da ausência que se teima em esconder? O amor que se contraria porque não pode ser?? Doi tanto ou mais do que o teu "estilhaçar"...

Nunca deixes de querer acordar e não te fiques pelo que te parece, ou pelo que vês, Sou Mulher, Sei o que Digo...

Esforça-te por veres mais além...

Pink disse...

Continuo cada vez mais apaixonada por este blog, é fantástico!

Viola De Lesseps disse...

esperança...acima de tudo.
Como sempre bonitas palavras.
Bj

Inezteves disse...

Junho se vai...
Tu não voltas?

Marta disse...

"Há manhãs que não quero acordar para não ver os dias de sol. Eles trazem-me a tua presença nos dias em que eram claras as madrugadas e o meu peito urgia pela tua voz e o meu olhar pelo teu"

Percebo o que dizes e por vezes partilho esse...sentimento.

Mas a vida é mesmo assim, de outra forma provavelmente não tinha graça.

Um beijo doce